Eu não sou cachorro, não

Oi pessoal, hoje eu fui com a Carol levar a Lola (essa fofura aí da foto) no pet shop e aí resolvi falar sobre os doguinhos.

A Lola é uma cachorrinha que a Carol resgatou das ruas. Ela tinha sido abandonada e viveu meses vagando por aí, sem comida e sem abrigo. Se a Carol não a tivesse enxergado, talvez ela nem estivesse mais por aqui.

Eu já havia passado em frente ao pet shop várias vezes, mas nunca tinha entrado. Fiquei surpreso com o lugar! Parece um parque de diversões para os bichinhos (tirando a parte do banho e tosa, afinal que criança ou bicho gosta de tomar banho?). Havia uma seção só de brinquedos, os mais variados possíveis. Até eu aloprei! E as roupinhas? Eu quase caí para trás quando vi uma miniblusa do The Punisher! E o mais engraçado é que tinha uma moça comprando a roupinha estampada com aquela “caveirona opressora” para um micro doguinho, que tremia igual gelatina, tinha olhos esbugalhados iguais ao da professora Bernadete quando ela berra comigo, parecia um rato e latia fino.

Depois eu babei com a seção de guloseimas. Era cada biscoito de ossinho colorido, chocolate e até panetone com uma cara apetitosa. Não resisti e pedi para experimentar um! Eu até achei que era bonzinho, já a Carol achou o sabor horrível. Talvez eu tenha gostado porque tenho um pouco de sangue canino. ☺️

Há alguns anos, eu estava andando de skate na rua, levei um tombo e cortei o supercílio. Minha mãe que é um pouquinho só, coisa pouca mesmo, normalmente barbeira quando dirige, ficou supernervosa e aí, como a veterinária era mais perto que o hospital, encostou o carro lá mesmo e o veterinário de plantão me costurou. A princípio ele não queria me atender, mas deve ter percebido o perigo ambulante que era a minha mãe ao volante e achou por bem em ajudar os pedestres. 😬😬😝😝

Enfim, a ida ao pet shop foi um passeio muito legal e bem educativo. Cachorros e gatos são ótimas companhias e fiéis amigos. Gostam da gente simplesmente pelo que somos e merecem todo carinho do mundo! Quem maltrata ou abandona um bichinho tem uma pedra no peito, em vez de um coração. 😔

Para terminar a postagem segue uma tirinha bem legal do Carlos Ruas, morri de rir!

E vocês, já comeram algo inusitado? Tem amiguinhos de 4 patas? Já foram costurados no veterinário? Comentem aí. 😉

20 comentários sobre “Eu não sou cachorro, não

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s